Ir para o conteúdo principal desta página
Saltar este bloco de conteúdos
Saltar este bloco de conteúdos

Últimas oportunidades de financiamento

KA2 - Capacity Building in the field of youth 2019 (EAC/A03/2018)

Esta linha de financiamento apoia projectos de capacitação dos jovens através de parcerias de cooperação transnacionais entre organizações na area da juventude. São exemplos de ações elegíveis a promoção da cooperação e intercâmbio entre jovens de diferentes países, a melhoria da qualidade e reconhecimento do trabalho jovem, da aprendizagem não formal e voluntariado em países terceiros como reforço das competências dos jovens no mercado de trabalho e programas de mobilidade e aprendizagem não formal dentro dos próprios países ou em países terceiros com vista a desenvolver competências. O debate politico, criação de redes, workshops, reuniões, campanhas de informação e sensibilização, ferramentas de animação e mobilidade de jovens são exemplo de atividades elegíveis.

Acção-chave 3 (KA3) - Apoio à Reforma de Políticas: Projetos Diálogo com a Juventude

Esta linha de financiamento pretende incentivar à participação ativa dos jovens na vida democrática, desenvolver uma consciência cívica, fomentar o debate sobre tópicos centrados na estratégia da UE para a Juventude e aproximar os jovens dos decisores políticos europeus. No âmbito dos diálogos estruturados são incentivados os debates, conferências, reuniões com decisores políticos, especialistas e representantes das autoridades públicas ligadas à juventude. São exemplo de ações elegíveis, eventos que simulem o funcionamento das instituições democráticas e as funções dos decisores nessas instituições, atividades relacionadas com a Semana Europeia da Juventude ou consultas com jovens com o objetivo de descobrir as suas necessidades em termos de participação na vida democrática.

2018 - Apoio ao Associativismo Cultural

Este Apoio ao Associativismo Cultural pretende incentivar a atividade musical enquanto elemento promotor de cultura. Destina-se a Associações e agremiações culturais de todo o País que se dediquem à actividade musical como são exemplo: bandas de música, filarmónicas, escolas de músicas, tunas, fanfarras ou ranchos folclóricos. Este apoio assume a forma de um subsídio não reembolsável, em valor equivalente ao IVA, pago e suportado por estas entidades em aquisição de instrumentos de música, respetivo material consumível, fardamentos e trajes destinados ao uso exclusivo das atividades musicais e culturais que desenvolvem.

Saltar este bloco de conteúdos