Ir para o conteúdo principal desta página
Saltar este bloco de conteúdos
Saltar este bloco de conteúdos

Últimas oportunidades de financiamento

2023 | Arrell Global Food Innovation Awards [Prazo: 10-03-2023]

Este prémio procura distinguir projetos com forte impacto comunitário na área da inovação alimentar. No âmbito desta oportunidade serão atribuídos 2 prémios: Impacto da Investigação; Impacto na comunidade. Na vertente do impacto da investigação, será distinguido um investigador ou um grupo de investigadores que produzam conhecimentos avançados relacionados com a produção de alimentos, processamento, distribuição e consumo, segurança e /ou nutrição humana. No âmbito da vertente impacto na comunidade será reconhecido o projeto que contribua para a melhoria e a saúde alimentar/ segurança alimentar, com foco no reforço das comunidades desfavorecidas.

2023 ~| Prémio Agostinho Roseta [Prazo: 31-03-2023]

O Prémio Agostinho Roseta tem uma natureza simbólica e pretende homenagear as pessoas singulares e coletivas que, em cada biénio, se tenham distinguido na implementação e difusão de Boas Práticas em domínios relevantes para a melhoria e dignificação do trabalho - e das condições em que é prestado - e para o incremento do diálogo social, ou ainda na realização de Estudos e Trabalhos de Investigação sobre estas matérias. O Prémio, para cada uma das categorias, consiste na atribuição de um Diploma de Mérito e de uma prestação pecuniária no montante de 12.500€.

4.ª Republicação | Apoio à concretização de Comunidades de Energia Renovável e Autoconsumo Coletivo [Prazo: 17-02-2023]

Este programa tem como objetivo o financiamento de medidas que fomentem a produção de energia elétrica a partir de fontes renováveis em regime de Autoconsumo Coletivo (ACC) e Comunidades de Energia Renovável (CER). Em concreto, pretende-se que as medidas a apoiar possam conduzir, em média, a pelo menos uma redução de 30% do consumo de energia primária nos edifícios beneficiados, e contribuir para reforçar a capacidade de autoconsumo e/ou CER nos setores residenciais, da administração pública central e de serviços em, pelo menos, 93 MW. São passiveis de apoio as instalações de sistemas de produção de energia renováveis, com e sem armazenamento de energia em edifícios residenciais, edifícios da Administração Pública central e edifícios de comércio e serviços.

Content with all opportunities and alert services only available for subscribed users! SUBSCRIBE HERE

×
Saltar este bloco de conteúdos