Últimas oportunidades de financiamento

Valorização Económica e Territorial dos Caminhos de Fátima - AVISO Nº NORTE 14-2017-06

Este apoio pretende alavancar atratividade da rota de peregrinação de Fátima, enquanto produto turístico, com uma dimensão nacional e projeção internacional, através da valorização dos seus recursos patrimoniais (naturais e culturais) e da dinamização da atividade económica local associada à prestação e serviços aos peregrinos (alojamento, restauração, outros serviços pessoais). São elegíveis, entre outros, projetos que contribuam para o acondicionamento dos caminhos para a circulação pedestre, a sinalização e segurança dos percursos, a promoção do património e marketing da rota . Candidaturas em parceria com a Associação dos Caminhos de Fátima.

Valorização Económica e Territorial dos Caminhos de Fátima - AVISO Nº CENTRO 28-2017-07

Este apoio pretende alavancar atratividade da rota de peregrinação de Fátima, enquanto produto turístico, com uma dimensão nacional e projeção internacional, através da valorização dos seus recursos patrimoniais (naturais e culturais) e da dinamização da atividade económica local associada à prestação e serviços aos peregrinos (alojamento, restauração, outros serviços pessoais). São elegíveis, entre outros, projetos que contribuam para o acondicionamento dos caminhos para a circulação pedestre, a sinalização e segurança dos percursos, a promoção e marketing da rota ou a criação, qualificação ou modernização de redes locais de promoção de recursos endógenos com valor económico e ambiental. Candidaturas em parceria com a Associação dos Caminhos de Fátima.

Fundo de Emergência Social de Lisboa - IPSS e outras Entidades sem Fins Lucrativos - Pequenas Obras

O Fundo de Emergência Social de Lisboa tem como objectivo apoiar, a título excecional, Instituições de Solidariedade Social (IPSS) e demais entidades da Economia Social que desenvolvam no Município de Lisboa atividades de carácter social. Este apoio financeiro destina-se exclusivamente a apoiar situações de necessidade imediata de realização de pequenas obras não estruturantes, urgentes e inadiáveis em equipamento social, sem as quais a continuidade das respostas sociais providenciada pelas entidades junto dos seus beneficiários fica comprometida.